Vc é uma ROSA de DEUS !

Vc é uma ROSA de DEUS !
“Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira!” Che Guevara

O que vc acha do blog da CRIZ COCA?

meus videos

Loading...

Seguidores

visitas now

Pesquisar este blog

Um pouco sobre a vida e obra de Machado de Assis.by: criz coca

quarta-feira, 17 de setembro de 2008



FICHAMENTO

MACHADO DE ASSIS.

A partir de 1855 quando publicava os seus primeiros versos na revista Marmota,até o aparecimento de seu último livro,o Memorial de Aires em 1908,representa Machado de Assis,no Brasil, o primeiro e mais acabado modelo de homem de letras autêntico.

A sua importância ,na vida intelectual brasileira,não encontra paralelo, pela qualidade e abundância ,da obra e pelo caráter inconfundível do escritor que atravessou incólume todos os movimentos e escolas,constituindo um mundo À parte,um estilo composto de técnicas precisas e eficazes e uma galeria de tipos absolutamente realizados e convincentes.

O que mais chama atenção em Machado não foi o oficio de escrever ,para esse espírito singular ,que chamou a si a tarefa de interpretar a vida por intermédio da expressão literária nem um mero passatempo ,nem satisfação episódica da necessidade de exprimir movimentos da sensibilidade,mas sim o exercício do cotidiano,tornado habitual,de aproveitar a experiência de todos os dias no trabalho.

Encontra-se em sua arte ,ao mesmo tempo aqui distante dos excessos sentimentais do romantismo e da frieza do naturalismo, o traço das grandes vocações artísticas : a capacidade de fazer objetos perfeitos,aptos a provocar no espectador aquela suspensão admirativa .

Ele foi exatamente fiel a essa concepção sobranceira do ofício de escrever e pôde por isso ,em sua vida ,realizar-se como um tipo humano superior e deixa a melhor obra literária produzida no Brasil .

Podemos dividir as obras de Machado de Assis em duas fases: Na primeira fase (fase romântica) os personagens de suas obras possuem características românticas ,o amor e os relacionamentos amorosos eram os principais tema de seus livros. Desta fase podemos destacar as seguintes obras:Iaiá Garcia ,publicada em 1878,e outra que inicia com as Memórias Póstumas de Brás Cubas em 1881 até o memorial de Aires em 1908. Na Segunda Fase ( fase realista ), Machado de Assis abre espaços para as questões psicológicas dos personagens. É a fase em que o autor retrata muito bem as características do literário. Ele faz uma análise profunda e realista do ser humano, destacando suas vontades, necessidades, defeitos e qualidades , nesta fase destaca-se as seguintes obras: Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1892), Dom Casmurro (1900) e Memorial de Aires (1908).

O referido também escreveu contos, tais como: Missa do Galo, O espelho e O Alienista. Escreveu diversos poemas, crônicas sobre o cotidiano, peças de teatro, críticas literárias e teatrais.
No primeiro período ,deve-se observar que a obra poética é fraca.destaca-se o seu primeiro livro o poema :Musa Consolatrix”,e os “ Versos a Corina”.Tudo muito correto muito castiço,numa bela língua cantante e clara ,mas sem infusão poética,o volume falenas também de 1870,não é melhor,tendo –se apenas a registrar ,como curiosidade.

Em 1872 é publicado o seu primeiro romance,Ressurreição esta na fase calma em que a vida corre sem incidentes,o romance,embora fraco é uma curiosidade tentativa de romance psicológico esse livro é feito sob a inovação de uns versos de Shakespeare.

A preparação machadiana,durante todos esses anos de esforços paciente e reflexão tranqüila,vai se frutificar de 1878 a 1879 período em que esteve doente coincidindo com a idade crítica dos quarenta anos, no romance Memória Póstumas de Brás Cubas,revela a influencia dos humoristas ingleses,mas para o qual ele reivindica,apesar dos modelos ,a indiscutível originalidade Machado descobriu enfim a sua vocação verdadeira ,cortar a essência do homem,em sua precariedade existencial.Nesta fase de amadurecimento,ele tornou-se MACHADO DE ASSIS.

A atmosfera do livro Brás Cubas ,apesar do sarcasmo e lúgubre e macabra ele mesmo o classifica como um livro enfadonho.

Depois de Brás Cubas ,decorreram 10 anos até que esse lento incubado publicasse o segundo grande romance.No intervalo aparecem os livros de contos e novelas:papeis avulsos (1882) onde se encontra uma de suas obras-primas, "O alienista"e histórias sem data(1884) são coletâneas de trabalhos publicados.

Quincas Borda,que apareceu em 1891, é muito mais rico de vida e substancia humana que o romance anterior o que apresenta melhor dramatização.Atitude sarcástica e falsa de Brás Cubas cede o lugar a uma severa dramaticidade que suporta a medida do trágico.

Segue na linhagem dos grandes romances o Dom Casmurro,publicado em 1990 correspondente a 2° fase na qual suas obras tinham caráter realista ,por ter um humor e pessimismo com relação a essência do homem e seu relacionamento com o mundo.Nunca nas letras brasileiras foi possível igualar as cenas idílias entre Bentinho e Capitu.O livro é feito de pequenas cenas,um romance psicológico,narrado em primeira pessoa por Bentinho,essa obra prima de Machado conta apenas ,com a perspectiva subjetiva de Bentinho o que implica em dizer que matem questões sem elucidação até o final.

Ano de 1904 pública Esaú e Jacó que seria seu penúltimo romance a 20 de outubro ,falece D.Carolina o que o deixa emocionalmente devastado.Mas ainda assim com um inseto que recomeça

O seu último romance,Memorial de Aires,fora publicado em 1908 ,o velho Aires é o autor desse memorial em que os seus comentários vão sendo registrados é melancólico,mas é um depoimento a favor da vida.

E falece Machado de Assis em 29 de setembro,aos 69 anos de idade.




Cristiane Oliveira.
17.09.2008 trabalho do Prof Filipe Literatura Brasileira.

0 comentários:

 
__________________* | by TNB ©2010