Vc é uma ROSA de DEUS !

Vc é uma ROSA de DEUS !
“Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira!” Che Guevara

O que vc acha do blog da CRIZ COCA?

meus videos

Loading...

Seguidores

visitas now

Pesquisar este blog

1 2 3 4

Fernanda Brum bate recorde de audiência !!!


O Brasil parou no último sábado, 13, para assistir à participação de Fernanda Brum, cantora exclusiva da MK Music, no programa Raul Gil. Veiculado pela TV Bandeirantes, o programa foi recorde de audiência e emocionou todo o país. Cristãos ou não foram impactados com os musicais e palavras ministradas por Fernanda e também pelos depoimentos marcantes de cantores, pastores, amigos, familiares e personalidades de toda a sociedade. A repercussão foi tamanha, que foram criados tópicos pelo público em vários fóruns de debates em sites como o Orkut para registrar opiniões. Também uma multidão já se mobiliza para pedir a reprise da atração - só na comunidade oficial da cantora são mais de 170 mil pessoas cadastradas.


A presidente do Grupo MK, Yvelise de Oliveira, participou da gravação e entregou à cantora Disco de Platina pelo CD Cura-me - que foi indicado ao Grammy Latino deste ano. E o público conheceu o testemunho dessa cantora, que é uma das mais queridas da música gospel e viu o carinho que tantas pessoas têm por seu ministério. Os talentos do programa Raul Gil interpretaram algumas das muitas canções importantes de sua trajetória, que foram pontuadas por depoimentos inesquecíveis. A emoção foi visível em cada participação e Fernanda Brum não perdeu uma oportunidade se quer de abençoar e ministrar sobre a vida dos cantores. André Leonno, que interpretou “Espírito Santo”, por exemplo, chorou durante toda a sua participação.


Os depoimentos merecem um destaque todos especial. Além de muitos amigos e cantores gospel que estão lado a lado de Fernanda, como Aline Barros, Marina de Oliveira, Eyshila, Liz Lanne, Lilian Azevedo, PG, André e Ana Paula Valadão, muitas personalidades da sociedade deixaram lindas mensagens que comprovam o valor desta mulher de Deus. A diretoria do Grupo MK, Yvelise de Oliveira e Arolde de Oliveira, os diretores internacionais da Missão Portas Abertas, inclusive a cantora eritéia Helen Berhane, o ex-jogador Bebeto e o auxiliar técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Jorginho, Sérgio Knust e Zé Henrique do Yahoo, os cantores Xandy, Carla Perez, Gil (ex-banda Mel), Rosana, Conrado, Andréa Sorvetão, Victor Belford e sua esposa Joana Prado, foram algumas pessoas que manifestaram publicamente sua admiração por Fernanda e seu trabalho.


O marido da cantora, Emerson Pinheiro, também fez uma linda surpresa para a esposa e o amor tomou conta do palco. Cantor e produtor, Emerson Pinheiro deu um toque todo especial à canção "Amar Você", a primeira música que ele fez para a esposa e há mais de 10 anos ainda é a trilha sonora dos corações apaixonados. A própria cantora interpretou as músicas "Coração Que Sangra" e "Aborto Não!". Com ousadia, a cantora e pastora também pregou o evangelho e falou de Jesus Cristo em todos os momentos. No final do programa Fernanda orou em rede nacional, acompanhada pelo apresentador Raul Gil, abençoando toda a nação.


Fonte: http://www.fernandabrum.com.br
Ler Mais

Fernanda Brum bate recorde de audiencia !!!

O Brasil parou no último sábado, 13, para assistir à participação de Fernanda Brum, cantora exclusiva da MK Music, no programa Raul Gil. Veiculado pela TV Bandeirantes, o programa foi recorde de audiência e emocionou todo o país. Cristãos ou não foram impactados com os musicais e palavras ministradas por Fernanda e também pelos depoimentos marcantes de cantores, pastores, amigos, familiares e personalidades de toda a sociedade. A repercussão foi tamanha, que foram criados tópicos pelo público em vários fóruns de debates em sites como o Orkut para registrar opiniões. Também uma multidão já se mobiliza para pedir a reprise da atração - só na comunidade oficial da cantora são mais de 170 mil pessoas cadastradas.


A presidente do Grupo MK, Yvelise de Oliveira, participou da gravação e entregou à cantora Disco de Platina pelo CD Cura-me - que foi indicado ao Grammy Latino deste ano. E o público conheceu o testemunho dessa cantora, que é uma das mais queridas da música gospel e viu o carinho que tantas pessoas têm por seu ministério. Os talentos do programa Raul Gil interpretaram algumas das muitas canções importantes de sua trajetória, que foram pontuadas por depoimentos inesquecíveis. A emoção foi visível em cada participação e Fernanda Brum não perdeu uma oportunidade se quer de abençoar e ministrar sobre a vida dos cantores. André Leonno, que interpretou “Espírito Santo”, por exemplo, chorou durante toda a sua participação.


Os depoimentos merecem um destaque todos especial. Além de muitos amigos e cantores gospel que estão lado a lado de Fernanda, como Aline Barros, Marina de Oliveira, Eyshila, Liz Lanne, Lilian Azevedo, PG, André e Ana Paula Valadão, muitas personalidades da sociedade deixaram lindas mensagens que comprovam o valor desta mulher de Deus. A diretoria do Grupo MK, Yvelise de Oliveira e Arolde de Oliveira, os diretores internacionais da Missão Portas Abertas, inclusive a cantora eritéia Helen Berhane, o ex-jogador Bebeto e o auxiliar técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Jorginho, Sérgio Knust e Zé Henrique do Yahoo, os cantores Xandy, Carla Perez, Gil (ex-banda Mel), Rosana, Conrado, Andréa Sorvetão, Victor Belford e sua esposa Joana Prado, foram algumas pessoas que manifestaram publicamente sua admiração por Fernanda e seu trabalho.


O marido da cantora, Emerson Pinheiro, também fez uma linda surpresa para a esposa e o amor tomou conta do palco. Cantor e produtor, Emerson Pinheiro deu um toque todo especial à canção "Amar Você", a primeira música que ele fez para a esposa e há mais de 10 anos ainda é a trilha sonora dos corações apaixonados. A própria cantora interpretou as músicas "Coração Que Sangra" e "Aborto Não!". Com ousadia, a cantora e pastora também pregou o evangelho e falou de Jesus Cristo em todos os momentos. No final do programa Fernanda orou em rede nacional, acompanhada pelo apresentador Raul Gil, abençoando toda a nação.


Fonte: http://www.fernandabrum.com.br
Ler Mais

Hamlet o filme.




Hamlet
, uma obra do renomado
Willian Shakespeare
teve recentemente uma adaptação para o cinema com ator Mel Gibson no papel do príncipe dinamarquês .O filme é uma síntese de mais uma trama brilhante shakespereana.E retrata bem, a história de hamlet,príncipe da Dinamarca, que se encontra em luto recente devido a morte de seu pai, e o breve casamento de seu tio,rei Claudius .Em determinado momento o espectro do seu pai aparece e revela-o que sua morte foi resultado de um envenenamento planejado pelo seu irmão para tomar a coroa e a rainha.O fantasma conclama Hamlet a jurar que vingará o pai matando o tio.
O príncipe ,para não levantar suspeitas decide fingir-se de louco e perturbar seu tio e sua mãe ,o casal por sua vez decidem usar estratagemas mas descobrir a razão da loucura do príncipe.Em um dado momento Polonius ,pai de Ophelia,tenta descobrir algo, depois Rosencrantz e Guldentem ,amigos de Hamlet são chamados à core com o mesmo propósito,Ophelia também tenta e infelizmente acredita que o seu amado esta louco .
Logo apois Hamlet matar o seu pai ela entra numa paranóia e suicida -se de maneira trágica para a tristeza de Hamlet que abrio mão de seu amor pelo desejo de vingança.Então, o jovem príncipe,resolve orquestrar uma encenação teatral chamada de “a ratoeira”,cuja trama reconstitui o assassinato do seu pai,causando uma perturbação ao rei que so veio a confirmar as suspeitas do príncipe apois ter certeza que o seu tio foi realmente o assassino como o fantasma lhe havia dito ,ele resolve a conversar com sua mãe,e nesse momento polonius estpa escondido e o mata em virtude disso foi enviado a Inglaterra por seu tio em companhia de Rosencantz e Guildentern para que seus amigos sejam mortos .E ao retornar da Inglaterra,ele descobre que sua amada Ophelia.
O rei trama com Laeter filho de polonius uma maneira de vingar a morte do pai e da irmã durante um duelo de espadas perante a corte ,o rei Claudius põe veneno tanto na espada de Laertes quanto em uma taça de vinho ,para que Hamlet beba e morra como seu pai.Só que durante o duelo, a mãe toma acidentalmente a bebida e envenenada morrendo em seguida, morrendo em seguida .Ele acaba ferido pela espada,só que antes de morrer mata Laertes e o rei.As interpretações de Hamlet ultrapassam o campo literário alcançando outras áreas do conhecimento humano .
Ler Mais

A essência da alma humana x Shakespeare. BY: CRIZ COCA


Shakespeare
PORQUE PORDEMOS AFIRMAR QUE SHAKESPEARE EXPLOROU A ESSENCIA DA ALMA HUMANA.
Shakespeare foi o maior explorador da essência da alma humana ,é incrível como ele sabia manejar a língua com inigualável mestria. A forma como falava de uma coisa fazia com que ela se materializasse. Condensava o Universo em monossílabos: “Ser ou não ser” é a questão mais complexa e profunda que se põe ao ser humano, traduzida pelas palavras mais curtas e simples. Sabia como tocar a nossa alma eu diria que ele foi único nessa arte ou talvez essa "Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente."veja,como pode uma simples frase nos trazer um valor tamanho de fazer uma analise sobre determinada atitude ,ele tinha esse dom.“Assim como nos conduz aos limites da eternidade. Shakespeare remete-nos para o comum da Humanidade. Ante o cadáver de Cordélia, o Rei Lear, atormentado pela dor, exclama: “Como é possível que um cão, um cavalo e um rato tenham vida, enquanto tu jazes inerte?”. No auge do seu desespero, diz: “Não voltarás mais”. E acrescenta: “Nunca mais, nunca mais, nunca mais, nunca mais, nunca mais!”. Em seguida, o dique que represava sua angústia cede com este pedido prosaico: “Por favor, desaperta-me este botão”.
Só mesmo William Shakespeare poderia ter ousado empregar conceitos tão díspares em um momento tão dramático. Shakespeare sobrevive porque a seu respeito só se consegue dizer a penúltima palavra — nunca a última.Todas as épocas e todos os homens encontram sua imagem refletida no espelho universal de Shakespeare. Os ecos da sua paixão e da sua poesia ressoam no nosso espírito — e assim será, certamente, ainda por muito tempo suas idéias e conceito reinarão pra sempre pois ele era como um profeta da alma um contemporâneo ao meu ver e de muitos que posteriormente virão a acompanhar suas obras .
Shakespeare foi um grande conhecedor da mente humana, definindo com precisão o caráter de seus personagens. O defeito ou a fraqueza aparecem junto à virtude, lutando para se impor. Os personagens matam por vingança ou para conseguir o poder sua obra era uma filosofia simples e pura ele conseguia fazer esse jogo de mistério pela qual nos seduzia. É sabido que o amor mais puro, foi simbolizado no drama Romeu e Julieta, alterna-se com a mais impressionante demonstração de baixeza e monstruosidade humana, como em Ricardo III.Shakespeare tinha um incrível conhecimento da natureza humana, explorado em seus personagens. Ele ilustrou e desenvolveu as motivações, os defeitos e o comportamento humano. Lendo suas peças, vemos elementos de nossa própria personalidade sendo retratados, que dom sublime retratado em uma única pessoa .O renomado, foi um poeta e dramaturgo brilhante. Suas contribuições para a literatura fazem dele um dos maires escritores de todos os tempos para alguns estudiosos,no entanto eu me arriscaria a dizer que foi este, o maior.William, produziu uma teoria sobre a persuasão que cientista nenhum desvendou, basta ler com atenção devida e sentir-se como um de seus personagens.
E o que dizer dessas brilhantes obras ,Iago, com argumentos e artimanhas, convenceu Otelo de que sua esposa, Desdêmona, era infiel. Lady Macbeth persuadiu Lorde Macbeth a matar o rei para tomar-lhe o trono. Próspero, dominou espíritos para que o ajudassem em sua vingança. Cássio convenceu Bruto a matar Júlio César. O fantasma do rei da Dinamarca convenceu Hamlet, o filho, a vingar sua morte. Romeu seduziu Julieta e foi seduzido por ela, a ponto de se suicidarem ambos. Petrucchio domou a megera Catarina, transformando-a em mulher dócil e submissa. Em todas essas obras, e em outras que não mencionei, há uma idéia recorrente: a comunicação persuasiva, para ser eficiente, pressupõe um fator: as fraquezas humanas. As pessoas são mais facilmente persuadidas quando se apela para o egoísmo, ambições, invejas, ciúmes, paixões, dores, arrependimentos dentre outros sentimentos .Esse foi um dos legados que Shakespeare nos deixou, há quatrocentos anos. Entender o ser humano em suas fraquezas, suas forças, suas felicidades, seus gozos e angústias. Mas não se trata apenas de entender o outro, a nós mesmos também. Somos todos guerreiros, às vezes, políticos, no sentido grego, constantemente. Também somos incapazes. Romeu não conseguiu ser bem sucedido com Julieta, não lhe deram tempo nem oportunidade. Macbeth não pode obter as vantagens do trono, sanguinariamente conquistado essas historias era colocadas de maneira que quem acompanhava aquelas encenações logo pensava,ainda bem que não foi comigo.
Vemos que o arrependimento ocorre freqüentemente na obra do dramaturgo, os personagens perpetram as piores crueldades imagináveis, mas acabam sofrendo dores de consciência. Macbeth mandou matar o rei para obter a coroa, mas passou a sofrer amarguras internas. Hamlet estava decidido a vingar o pai assassinado, mas era angustiado pela dúvida: "ser ou não ser, eis a questão".
A ele não passou despercebido que os seres humanos muitas vezes, tentam convencer não outros, mas a si próprios, especialmente quando precisam justificar suas atitudes e ações.As citações mostram que Shakespeare, sem pesquisas e fundamentos científicos, mas com intuição e sensibilidade, percebeu como é frágil a mente humana. Alguns recursos de comunicação podem induzir pessoas a agirem de maneira que elas não fariam em outras condições. Desconheço o que ocorre no céu, mas na terra há fatos e atos humanos que, com nossos conhecimentos e concepções filosóficas, mal sonhamos explicar, contudo ele ousaria explicar.
Ler Mais

Criz coca posta texto sobre: Fases de Shakespeare!


O Retrato de Chandos; pintura atribuída a John Taylor e com autenticidade desconhecida. National Portrait Gallery, London.

Nascimento Abril de 1564 (data exata não se sabe)
Stratford-upon-Avon, Warwickshire, Inglaterra
Falecimento 23 de Abril de 1616
Stratford-upon-Avon, Inglaterra
Ocupação Dramaturgo e poeta.
Gênero literário Tragédia, Drama, Comédia, Poesia, Romance, Aventura.
Magnum opus Romeu e Julieta
Idéias notáveis Ser ou não ser?
Principais trabalhos Romeu e Julieta, Hamlet, Sonho de uma Noite de Verão, etc.
Influências Acredita-se que grande parte dos dramaturgos gregos, Arthur Brooke, Sêneca, Ovídio e Mitologia.
Influenciados Foram muitos os influenciados. Os mais visíveis são Goethe, Beethoven, Machado de Assis, Freud, Akira Kurosawa e Ariano Suassuna.



>Shakespeare
,foi o mais famoso dramaturgo e poeta inglês de todos os tempos, compôs suas peças durante o reinado de Elizabeth I pela qual recebeu grande apoio e de James I, que a sucedeu. Casou-se com Anne Hathaway,. O casal teve uma filha, Susanna, e dois anos depois tiveram os gêmeos Hamnet e Judith. P, ,ele já fazia sucesso como ator e dramaturgo quando mudou-se pra Londres. Mas, eram suas poesias e não suas peças que eram eventualmente aclamadas pelo público ele não era um bom ator. O referido despertou muita inveja por ser muito bom em suas produções literárias ,inclusive há hipótese de que Shakespeare não seja realmente o autor das próprias obras , surgio uma quantidade espantosa de especuladores sobre essa teoria, contudo, não existem provas que validem isso Há especulações também sobre sua sexualidade, sobre suas convicções religiosas, e, pois há especulativas que na realidade ele pode nunca ter existido, isto é, talvez suas obras tenham sido compostas por outras pessoas .
Dizem que ele Produziu suas obras mais famosas entre 1590 e 1613. E que as primeiras peças foram principalmente comédias e histórias, gêneros do qual ele refinou com sofisticação. Em seguida, escreveu principalmente tragédias até 1608, incluindo Hamlet, Rei lear e Macbeth, considerados alguns dos melhores exemplos do idioma inglês. Em sua última fase, escreveu tragicomédias e colaborou com outros dramaturgos. Shakespeare era um respeitado poeta e dramaturgo em sua época, mas sua reputação só chegou ao nível em que está hoje a partir do século XIX. O Romantismo, em particular, aclamou a genialidade de Shakespeare. De 1601 a 1608, especula-se que ele esteve motivado para escrever Hamlet, Otelo e Macbeth.Shakespeare teria estado um tanto cansado e por esse motivo resolveu se desligar do Globe e voltar para Stratford, onde a família o esperava. O renomado escreveu peças menores, que jamais são atribuídas como suas após 1613. Suas últimas três obras foram colaborações, talvez com John Fletcher, que sucedeu-lhe com o cargo de dramaturgo no King's Men. Escreveu a sua última peça, A Tempestade terminada somente em 1613 e apartir daí teria surgido o então “enfado comum que a vastidão da obra causou nos humores da sociedade da época”..
É impossível estabelecer de fato as datas precisas das obras de Shakespeare, no entanto pode-se classificá-las em quatro grandes grupos, que representariam respectivamente os períodos de sua vida, da juventude à velhice: As obras do primeiro período são marcadas por sonhos juvenis e pelo espírito exuberante; O segundo período foi o das grandes crônicas e comédias românticas; Depressão e tristeza marcam terceiro período. O motivo de ou a desilusão que levou o dramaturgo a sentir-se deprimido durante essa fase da vida, não se sabe ao certo.Como dramaturgo, escreveu não só algumas das mais marcantes tragédias da cultura ocidental, mas também algumas comédias. Escreveu, além disso, 154 sonetos em várias regiões do planeta, pelo seu carácter intrinsecamente universal: as suas tragédias são facilmente transponíveis para qualquer outra cultura. Pensa-se que terá escrito a maior parte das suas obras de 1585 a 1610, ainda que as datas exatas não sejam conhecidas com precisão.E sabido que os textos de Shakespeare fizeram e ainda fazem sucesso, pois tratam de temas próprios dos seres humanos.
N ão é tarefa fácil inserir Shakespeare numa escola literária. Alguns autores catalogam a sua literatura como pertencendo a um movimento ou período artístico denominado Renascimento inglês, enquanto outros preferem falar em período Early modern ou seja a tradução literal seria primeiro modernismo, expressão que, contudo, em português, tem outro significado. Em todo caso, Shakespeare é sempre considerado um dos fenômenos marcantes do Período isabelino.
Assim, o gênio William Shakespeare completa seu ciclo vida sem diminuir sobretudo seu poder poético e com um retorno quase divino ao seu apogeu na literatura universal.Os textos de Shakespeare fizeram e ainda fazem muito sucesso, pois tratam de temas próprios dos seres humanos, independente do tempo histórico. Amor, relacionamentos afetivos, sentimentos, questões sociais, temas políticos e outros assuntos relacionados à condição humana, são constantes nas obras deste poeta e dramaturgo, apesar das especulações sobre a sua vida e obra, ele é sem duvida o maior de e tenho dito literário de todos os tempos.

by :Cris!!! trabalho solicitado pelo prof: HELENO CRUZ no 7º período de letras.
Ler Mais

Analise sobre Ophelia by: Criz Coca


Ophelia,era filha de Polônio, o principal conselheiro do rei.Ela era apaixonada por Hamlet e ambos fizera-lhe muitas declarações de amor e ele cercava-a de atenções até a morte do pai. A jovem, acreditava na sinceridade de Hamlet. Durante a sua crise de melancolia, o príncipe a esquece. Agora, fazendo-se de louco, passa a tratá-la com desprezo, gestos e palavras rudes. Entretanto, meigas lembranças dela muitas vezes o enterneciam Arrependido de algumas palavras mais rudes, escreve então uma carta apaixonada e extravagante, mas entremeada de frases afetuosas. A referida de acordo com os costumes antigos, mostrou a carta ao pai, e o velho a levou ao rei e à rainha. Estes, diante daquela prova evidente, não tiveram mais dúvidas de que era o amor o verdadeiro motivo da loucura de Hamlet.
Sem Dúvida essa personagem é uma das mais marcantes de todas as obras Sheakesperiana. Ela sérvio de inspiração para diversos pintores tais como: o pintado por John Everett Millais em 1852. No quadro fica explicito o seguinte Ophelia suicida-se depois do seu amado Hamlet ter matado o seu pai.Na margem de um regato, havia um salgueiro cujas folhas se refletiam nas águas claras, a jovem chega às margens do riacho com uma grinalda entrelaçada por margaridas e folhas. O interessante é que tudo o que a rodeia no rio tem um significado simbólico:O salgueiro representa amor sem esperança;as urtigas a dor;as margaridas perto da sua mão a inocência;as violetas no pescoço a fidelidade, a castidade e a morte precoce; a papoula a morte;as outras flores estão ligadas à tristeza;e o miosótis na margem para que não seja esquecida…Além de suas frases marcantes como essas : Sabemos o que somos, mas não sabemos o que viremos a ser.É a maior verdade que pode ser dita. nada do que foi será do jeito que ja foi um dia.
Uns acreditam que Ophelia era uma coitadinha no entanto será que era mesmo?. Todos são egoístas, pensam em tomar o trono o tempo todo, e a Gertrudes sempre foi adúltera. Polônio 'arrasta" sua filha nos braços de Hamlet porque quer o trono também? Fica-nos essa dúvida .Se Ofélia não era coitadinha nem interesseira.Então o que ela era? Era apenas uma moça que servia aos desígnios de um e de outro .E não ficou supostamente louca?O fato é que ela enlouqueceu ! Se não considerarmos sua loucura, temos de ver sua morte então como homicídio? Ou, ainda que a consideremos suicídio, teria ela então se matado por frustração ao ver seus planos de poder desfeitos? Não. Ela enlouqueceu, não é suposição.Hamlet a usou. Ele foi duro com ela. Aí é que ela cai. Ou talvez Ophélia nos dias de hoje seria chamada de alienada e covarde. Isso por que as convenções da época em que a peça foi escrita não permitiam uma atitude mais "agerrida" de uma mulher, por característica do autor que simplesmente anulava as mulheres, que são apenas um pano de fundo para os verdadeiros personagens: os homens!Logo, Ofélia acredito ser uma personagem nula.e fica-nos a duvida pairando no ar.
Vale ressaltar que Antigamente as pessoas "certamente" eram mais falsas. É linda a versão do Mel Gibson, por exemplo. em que ela é colocada como coitada. É incrível como esse renomado autor foi capaz de com apenas uma personagem mexer tanto com o nosso psicológico, o Shakespeare tinha o dom de fazer isso e por conseguinte, Ophelia foi tão citada e tão pintada, sem duvidas devido a essa forte influencia psicológica que o autor nos deixa em Hamlet .
Ler Mais

Uiii Fériias e que Féeerias !!!


Bom estamos ai...
Em mais uma jornada cumprida na facu, cumprindo-se no trabalho.rs
AHAHAAHA ALELUIAA AS FÉRIAS ESTÃO CHEGANDO.
oOwn coisa boaa!!!


ANO NOVO VIDA NOVA SERÁ???/


BOM EM TODO O CASO..

PESSOAS NOVAS.
HISTÓRIAS NOVAS.
ESPERANÇAS NOVAS.


Bom é o que quero e desejo a todos os meus COLEGAS e renomados PROFESSORES.
Ler Mais
 
__________________* | by TNB ©2010