"O que fazemos na vida ecoa na eternidade"

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Frases de George Orwell

Frases de George Orwell >
George Orwell
George Orwell, pseudónimo de Eric Arthur Blair (nascido em Bengala, na Índia Inglesa, em 25 de Junho de 1903, morreu em Londres, em 21 de Janeiro de 1950). Escritor.


"O homem é a única criatura que consome sem produzir."

"A maneira mais rápida de acabar com uma guerra é perdê-la."

"O progresso não é uma ilusão. Ele acontece, mas de forma lenta. E, invariavelmente, termina nos desapontando."

"Quem controla o passado, controla o futuro. Quem controla o presente, controla o passado."

"Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário."

"A linguagem política dissimula para fazer as mentiras soarem verdadeiras e para dar aparência consistente ao puro vento."

"O homem é tão bom quanto seu desenvolvimento tecnológico o permite ser."

"A guerra é a paz. A liberdade é a escravatura. A ignorância é a força."

"Aceitar uma civilização como ela é significa praticamente aceitar a sua deterioração."

"O essencial da guerra é a destruição, não necessariamente de vidas humanas, mas de produtos do trabalho humano. A guerra é um meio de despedaçar, ou de afundar nas profundezas do mar, materiais que de outra forma teriam de ser preservados."

"Se liberdade significa alguma coisa, é o direito de dizer às pessoas o que elas não querem ouvir."

"Uma situação trágica existe quando o homem é mais nobre do que as forças que o destroem."

"A piada obscena não agride seriamente a moral, mas é uma espécie de rebelião mental, desejo momentâneo de que as coisas sejam diferentes."

"Os animais são todos iguais, mas uns são mais iguais que outros."

"Existem coisas em que só intelectuais são loucos de acreditar."

"O esporte é uma guerra sem armas."

Os sentimentos elevados vencem sempre no final; os líderes que oferecem sangue, trabalho, lágrimas e suor conseguem sempre mais dos seus seguidores do que aqueles que oferecem segurança e diversão. Quando se chega a vias de fato, os seres humanos são heróicos.
George Orwell

O essencial da guerra é a destruição, não necessariamente de vidas humanas, mas de produtos do trabalho humano. A guerra é um meio de despedaçar, ou de libertar na estratosfera, ou de afundar nas profundezas do mar, materiais que de outra forma teriam de ser usados para tornar as massas demasiado confortáveis e, portanto, com o passar do tempo, inteligentes.
George Orwell
Reações:

0 comentários:

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Popular Posts

by: Tiago Iorc

E se tropeçar, do chão não vai passar. Quem sete vezes cai levanta oito 👊😘

Categories

Blog Archive

BTemplates.com

Blogroll

07/06/09 apartir dai

About

��
Há sonhos que devem permanecer nas gavetas, nos cofre, trancados até o nosso fim.#HildaHilst

Copyright © __________________* | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com