Vc é uma ROSA de DEUS !

Vc é uma ROSA de DEUS !
“Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira!” Che Guevara

O que vc acha do blog da CRIZ COCA?

meus videos

Loading...

Seguidores

visitas now

Pesquisar este blog

Religiosidade na Literatura Inglesa Medieval.by: criz coca

sábado, 15 de novembro de 2008

A literatura Inglesa Medieval foi-se desenvolvendo aos poucos, a medida em quem os ingleses entravam em contato com outras culturas ia-se aflorando essa literatura e então vestígios religiosos de sua época eram daí surgidos.Suas marcas sociais, religião,culturas e pensamentos,foram importantes para o processo de formação da história religiosa medieval demonstrada pela literatura Inglesa.Vale lembrar três povos que contribuíram para a formação dessa, os Romanos,os Celtas e os Germânicos.
A literatura foi dominada por cerca de 4 séculos pelos romanos que eventualmente ali depositaram a sua organização política cultural sobre tudo,religiosa ,a sua religiosidade,contribuiu para a Grambetanha o cristianismo ,dentre outros, fora o maior responsável pelo desenvolvimento da literatura e da constituição posterior da língua Inglesa.
A sociedade Celta havia uma característica principal que era a veneração pela natureza pois acreditavam que dali vinha o equilíbrio do mundo e sua religiosidade era voltada para o misticismo,sobrenatural elegendo a Deusa ,mãe natureza como o seu “Deus supremo” essa sociedade tinha muitos traços distintos da romana entre elas o entendimento essa figura feminina como ser de igual valor na sociedade.
A contribuição para a literatura Inglesa no que diz respeito a sua religiosidade baseava em quatro elementos da natureza(fogo,água,terra,ar)a figura feminina heróica a natureza como elemento espiritual o panteísmo é como integradora da sabedoria e do misticismo.
É sabido que durante muitos anos a literatura Inglesa transmitia os saberes e histórias populares entre os membros das famílias de maneira oral “literatura oral” mas a igreja sentia-se enfraquecida diante dos conhecimentos pagãos que eram transmitidos nessas histórias e se apropriando dessas mensagens registrando-as e adicionando personagens e ideologias cristãs,foi criado então um elo direto para a conversão do povo pagão em cristão e fortalecendo o sistema de governo e manutenção dos poderes da igreja católica em meio ao feudalismo. Tudo isso implica em dizer que o tecido textual de cada fase representativa da literatura inglesa ,estava recheado de cultura religiosa e pensamentos dos autores de cada época destacando-se os períodos da literatura anglo-saxônica e literatura medieval.
A literatura Anglo saxonica teve como principal obra Beowuf um poema épico repleto de acontecimentos sobrenaturais e misticismo (vestígios das estórias orais do povo) é importante dizer que do ponto de vista simbólico a forte presença do cristianismo mesmo é claro,que considerados pagãos, a literatura dos Anglo saxões foi registra pelos monges da Igreja católica e os seus registros foi adicionados termos e idéias do cristianismo.Nessa época fora desenvolvido o gênero lírico porque a intenção era de refleti a literatura o estado da alma do homem ,um momento melancólico e solitário que figurava no registro dom monges é nessa época que começa a ser percebida a estruturação do fazer literário Inglês .Durante a literatura medieval as produções literárias do período médio,foi,marcada de imagem e representações de idéias e intencionalidades cristãs.
Vale ressaltar que Chaucer vem contribuir também para o processo de consolidação da língua inglesa e no que diz respeito a religiosidade ,pois o mesmo veio a unir variados discursos das classes sociais numa mesma obra.
As estórias do Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda, escritas por Tomas Mallory mistura da nostalgia cavalesca com sentimentos trágicos,posteriormente essas estórias recebiam um tom da religiosidade cristã,levando em consideração temas ligados a cultura Céltica como heresias e bruxarias onde os velhos deuses eram interpretados como demônios.
A cultura medieval se caracterizou pela religiosidade e a igreja católica ,controlava as manifestações culturais e dava uma interpretação religiosa para fenômenos da natureza da sociedade e da economia,é importante dizer que a literatura dessa época era composta de escritores religiosos bem como de obras seculares.Todas,contribuíram para o desenvolvimento da história da religiosidade na literatura inglesa medieval .E assim então,contribuindo ate hoje,para o resgate e compreensão da historia real de um povo.


Trabalho solicitado pelo professor Heleno no 7° periodo de LETRAS no CESVASF .

0 comentários:

 
__________________* | by TNB ©2010